Revista SG. Já nas bancas. Sai ao dia 20 de cada mês - Não percas! TODA A CORES!


Depois de este algum tempo de ausência, aqui me encontro de novo para partilhar, dar de mim para vós que estais desse lado.
A vida tem-se mantido numa sucessão de surpresas, certamente para mim e para vocês.
As minhas menos agradáveis, o saber-se ter-se coabitado, amar alguém que não era a pessoa que pensávamos, acaba por de alguma forma transportar-nos para um mundo de duvidas, de desacreditar que ainda seja possível...
Mas a vida continua, e viver só não é o fim do mundo.
E saber viver só pode simultaneamente ser o "acautelarmo-nos" para não voltarmos a sofrer.
No meio desta minha vivência pessoal menos boa, acabei por inutilizar o cartão de telemóvel que servia para meu contacto, assim, resta-nos agora a hipótese de nos contactarmos via mail.
Pelo menos por enquanto, até que a pessoa em questão assuma os seus erros, assuma a sua própria vida que escolheu e me deixe seguir a minha .
No entanto e para vós estarei sempre deste lado em que vos escrevo.
Um grande abraço, as maiores felicidades do mundo.
Ah...já agora aproveitem bem o dia dos namorados, acima de tudo namorem muito e fundamentalmente sejam honestos, para vós próprios e para aqueles que amam.
Beijos



Olá de novo....

Voltamos então de férias.
Para quem as teve, claro,  que não foi o meu caso.
Algumas fugidas furtivas até Lisboa em alguns fins de semana e que faço sempre acabaram por ser de alguma forma o meu (pouco) tempo de férias.
Não me  queixo...
Constatei entretanto com algum agrado que organismos oficiais e não oficiais (na maior parte europeus) têm dado alguma atenção aos (d)eficientes, incluindo páginas na net com informação séria, precisa e que pode ser um espaço onde os (d)eficientes conheçam os seus direitos.
Peca um pouco no facto de só poderem ser lidas em Inglês ou Francês o que poderá eventualmente ser limitativo.
De qualquer forma aqui ficam os endereços para quem quiser consultar os sites.
Voltando ao inevitável Processo Casa Pia e a tudo o que envolve, continuo simplesmente a desejar justiça e que todo este processo não sirva para confundir mas sim para esclarecer.
Já ouvi chamar pedófilos aos homossexuais, homossexuais aos pedófilos hetero, enfim, julgo que fazer a distinção ainda confunde muita gente e espero que isso não nos traga consequências negativas.
Vejo no entanto muita gente cheia de vontade de trabalhar para que as coisas se alterem para melhor.
Vem aí o Festival de Cinema GLBT, que quase não se realizava...vejam lá se adivinham porquê e por causa de quem?
Não é difícil saber pois não?...
O rapaz continua a mostrar a pequenez do seu espirito tentando liquidar todas e quaisquer manifestação GLBT.
Devia pensar que Portugal assinou a nova carta que pretende pôr fim a discriminações baseadas na orientação sexual dos indivíduos.
Pois era...o Sr. Santana Lopes devia estar com mais atenção ás coisas que os camaradas assinam e ás poucas que nos trazem alguma vantagem...
A propósito dessa carta, vou tratar que fique disponível aqui na página para quem estiver interessado em a consultar.
Parece-me importante que se conheça até porque ela pretende por fim a discriminações várias: xenófobas, racistas, por orientação sexual, por (d)eficiência, etc...
Eu próprio estarei dia 18 de Outubro no Seixal num debate acerca deste assunto, mais tarde vos direi com pormenores horas, etc...
Para já fiquem com o meu beijo, bom regresso às actividades laborais e ás outras...boas férias para quem ainda vai ou continua a gozá-las.
Beijo

Pedro
 
TM: 964766208 (das 18 as 24)

http://www.euroblind.org/
http://www.eudnet.org/
Deixar comentário / Ler comentários
Topo da pagina

Olá de novo amig@s

Depois de um período de reflexão, de algum tempo para desfrutar de outras vivências, eis-me aqui de novo neste meu (nosso/vosso) espaço.
Espero que as férias tenham sido produtivas em todos os aspectos, no descanso, lazer, no adquirir de novos conhecimentos, novas paisagens, novas pessoas e que tudo vos traga de alguma forma enriquecidos interiormente.
Por mim, não fui de férias mais uma vez, limitando-me aos fins de semana para poder de alguma forma usufruir de algumas horas de liberdade e deixar-me ir ao sabor do que o espirito, o coração, o corpo pede.
Indagando novas questões, tentando encontrar algumas respostas neste percurso natural que é a nossa existência.
Indiscutivelmente a descontrolada vaga de incêndios a preocupar-me, ou não estivesse eu no distrito mais afectado por eles.
Surpreendentemente os fogos que não trazem nada de positivo, em mim tiveram um reflexo que de alguma forma me surpreendeu.
Pessoas conhecidas, amigos, amigos afastados, enfim, a manifestarem a sua preocupação comigo, com o meu espaço, através de mails, de sms, enfim...
A provar que se preocupam, que não esquecem, que apesar da ausência física estão presentes.
Obrigado por isso.
A paisagem tornou-se por aqui um misto de cinza e de infertilidade que chega a ser desesperante, sufocante de se ver.
As viagens que habitualmente fazia com cheiros que se misturavam entre pinho, eucalipto, giesta, etc., são agora de odores de tudo o que pereceu no fogo.
Apesar de a minha "barraquita" não ter sido afectada, houve algumas noites sem dormir, o fumo a entrar pela janela, o constante sobressalto de pensar "já está perto" não me é possível de vos descrever.
Mudando de assunto...fiquei visivelmente surpreendido pela positiva com a reportagem do Expresso acerca do Vidas Alternativas, o único programa radiofónico gay em Portugal, às quartas feiras, das 21 as 22, na Voxx.
A reportagem foi feita de forma séria, tratando o assunto com toda a consideração que merece e muito honestamente.
Parabéns ao António Serzedelo e às Marias que estão mais uma vez de PARABÉNS.
Infelizmente para mim, depois de alguns anos a ouvir a Voxx, fui subitamente privado dela uma vez que não tem cobertura nacional, apenas é ouvida nas grandes metrópoles de Lisboa e Porto.
Para quando a Voxx com cobertura nacional?
Fica a proposta no ar.
Em tempos de Internet já não se admite que nem através da net se possa ouvir...
Entretanto, eu, através deste espaço vou tentando ser "ouvido" por vós.
Obrigado por estarem desse lado.

Beijos

PS: Convido-os a participar no
fórum

Deixar comentário / Ler comentários

  morpheos1@portugalmail.pt
  Telm. 964766208 ( das 18 as 24)
   Canal IRC #(d)eficientes

Acabei (lógico) por ir Arraial  do GayPride.
Surpreendentemente para mim, creio que para todos os que lá estavam e mais ainda para o Sr. Santana Lopes o espaço tornou-se pequeno para tanta gente.
Foi bonito ver-se tanta gente, incluindo alguns deficientes a dizerem "presente" no único arraial do género em Portugal.
Apesar de o Sr. Presidente da Câmara de Lisboa ter transferido o Arraial para um local menos visível de Lisboa (para não dizer que com intenção pôs os gays fora de visibilidade da cidade), e apesar de ter gasto 1.000.000 de Euros com a Love Parade que acabou por ser um fracasso não chegando a ter 1000 pessoas a assistir, esta foi sem duvida uma lição para o Sr. Santana Lopes e mesmo para a comunidade geral em si.
Já era altura de ir percebendo umas coisas não Sr.  Santana Lopes?
Por muita invisibilidade que nos queira dar, o facto é que nós existimos, e com orgulho.
Como sempre, e sempre de lamentar os acessos....
Vi pessoas com deficiências motoras que (só mesmo essa vontade que não nos detém  e caracteriza) com enorme dificuldade conseguiam chegar ao local.
Apesar de o próprio cartaz de divulgação do evento fazer referencia aos gays (d)eficientes, acaba por nunca ser levado em consideração, já é hábito mas não é isso que nos vai fazer esquecer de que as coisas vão ter necessariamente que mudar.
Pela província, tudo se mantém silencioso, não existe orgulho gay e tudo se passa muito entre paredes, entre jardins de encontros furtivos e locais de engate frequentados a medo.
Ainda o medo de represálias, de criticas sociais, de não aceitação a limitar o que é profundamente natural...um longo caminho a percorrer ...
Quero agradecer aqui em especial a todos os deficientes que foram ao Arraial, que ultrapassaram todas as barreiras arquitectónicas para lá chegarem e que provaram assim que a força e vontade são questões interiores e cada vez menos limitativas.
Obrigado por isso.

Beijos para todos
morpheos1@portugalmail.pt

Comentar / Ler comentários
Fórum (Participa no tema desta semana)
Topo da página

25-6-2003
Boas noites (estas ultimas tem realmente sido...)

Espero que estejam todos a aproveitar o verão, calor etc. que nos faz ficar com um novo espirito, com vontade de sair, mostrar que estamos ainda mais vivos, Tc...
Vou tentar dar resposta a alguns dos comentários sendo que para o fazer não posso deixar de começar por agradecer a todos os que se tem mantido fieis ao espaço e que vem até cá incondicionalmente, obrigado a todos.
Tenho realmente estado um pouco ocupado, um pouco pela nova actividade profissional que exige alguma dedicação e também um pouco a aproveitar este sol para conhecer novos sítios por aqui e garanto-vos que descobri alguns mesmo muito convidativos a refrescar o corpo e a mente.
Não, não tenho namorado novo...
Tenho apenas  repartido o tempo, e ocupado algum dele a escrever uma coisa mais elaborada a que não quero ser pretensioso de chamar "livro".
Apenas ideias, histórias....
Mas não deixei de aqui vir, de ver como estavam as coisas e de me lembrar de vós, sempre.
A zona de Castelo Branco continua a revelar-se por si própria em mim e estou cada vez mais apaixonado por ela.
Entretanto, acabaram as provas de atletismo de pessoas com deficiência na Holanda e toma lá! Mesmo sem apoios, sem estatutos consagrados aí está uma grande bofetada sem mão aos que continuam a fazer aquelas discriminações que depois fazem engolir sapos.
Ainda chegaremos mais longe tenho certeza, ou não acreditasse tanto eu neste projecto.
Estamos num mundo de mudança e os "deficientes" estão fartos de serem vistos como os coitadinhos...
Por mim, há muito (se é que alguma vez fui) que deixei de não impor a minha cidadania e os meus direitos enquanto cidadão, tanto nas minhas opções, como orientações, quer como o caminho que defini para percorrer.
É assim que vivo o meu dia, é assim que vos dou a ler-me.

Beijos

Pedro
Mail:
morpheos1@portugalmail.pt

Comentar / Ler comentários
Topo da página



28-05-2003 5:47:00

Olá amigos

Esta minha ausência deve-se simplesmente a problemas técnicos de actualização do diário e pelo qual quero começar por pedir as minhas desculpas.
Aproxima-se então o Gay Pride. Lamentavelmente ainda oiço alguns homossexuais dizer que é "um encontro de bichonas".
Para alem da expressão me ser especialmente repugnante, parece-me que continuamos com aquelas mentes mesquinhas do "eu sou melhor", etc.

O que eu gostaria realmente, garanto, era poder ir para o desfile sem medos de represálias por parte de vizinhos, de chefes hierárquicos no posto de trabalho, etc.
Portanto, para mim, qualquer uma das pessoas que desfila é um verdadeiro herói, pela coragem, pela luta até por aqueles que os criticam...

Não sei ao certo se eu próprio poderei lá estar, mas garanto-vos que arranjarei alguma forma de passar por lá e de alguma forma manifestar o meu não orgulho, mas sim desejo de ver uma sociedade mais justa, menos discriminatória para tudo o que lhe seja novo (será que é novo?).

Continua entretanto a comemorar-se o Ano Europeu das Pessoas com Deficiência...
Em Coimbra a Não Te Prives vai organizar um fórum de três dias sobre a  homossexualidade e discriminação nos deficientes.
Estou a tentar conseguir passar por lá, e parecia-me importante haver mais vozes por lá, é estando presente que podemos fazer-
nos ouvir, não é?
Para quem estiver interessado (espero que estejam todos) podem enviar  mail para vos descrever os pormenores.
Um abraço, contem comigo

Pedro 

Comentar / Ler comentários

Topo da página